terça-feira , 19 de março de 2019
Home / Blog / Estudo verifica aumento de casos de dengue, febre chikungunya e vírus Zika na Região Sul

Estudo verifica aumento de casos de dengue, febre chikungunya e vírus Zika na Região Sul

Mosquitoes that carry dengue fever penetrate the skin of peopleA dengue, a febre chikungunya e o vírus Zika possuem o mosquito Aedes Aegypti como transmissor comum. E estas doenças se tornaram um problema recorrente de saúde pública em todas as regiões do país. E nos últimos anos, apesar do aumento da conscientização do combate ao mosquito, por meio do cuidado com a água parada, o número de casos ainda vem crescendo.

Assim, os autores Renan Valério Eduvirgem, Maria Eugênia Moreira Costa Ferreira, André Jesus Periçato e Denis Cereja dos Santos, todos da Universidade Estadual de Maringá, produziram o artigo “Dengue, Chikungunya e vírus Zika na Região Sul do Brasil”, publicado na Revista Vértices, v. 20, n. 1, de janeiro-abril de 2018, periódico associado da ABEC.

O trabalho buscou dados de casos de dengue, chikungunya, nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nos anos de 2015 e 2016, e, do vírus Zika em 2016. Caracterizou também as doenças e os aspectos da Geografia da Saúde (com análise dos serviços de saúde e infraestrutura e identificação dos padrões espaciais das doenças).

O resultado demonstrou a incidência e o aumento dos casos no período analisado. Apontou o Paraná como o maior em números, em comparação aos outros, e a necessidade do aumento de campanhas por parte do governo (principalmente em períodos quentes e chuvosos), bem como a intensificação dos cuidados com a água parada, ainda mais pela população, ao longo de todo o ano.

O artigo completo pode ser lido em https://goo.gl/D66EVj ou pelo DOI https://doi.org/10.19180/1809-2667.v20n12018p67-80.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Doctors record patient data

Estudo verifica eficácia de triagens de transtornos mentais na população

Atualmente, existem alguns instrumentos de triagem para detectar transtornos mentais específicos. Alguns deles, por exemplo, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil