quinta-feira , 18 de abril de 2024
Home / Blog / Interseccionalidades e a educação especial na perspectiva da educação inclusiva

Interseccionalidades e a educação especial na perspectiva da educação inclusiva

Na escolarização de crianças e adolescentes com deficiência ou cronicamente enfermas, a interseccionalidade, ou seja, a preocupação com assimetrias e interações sociais na vida desses grupos específicos, é de extrema importância para seu desenvolvimento.

Para validar metodologicamente esse pressuposto, nesse artigo foram apresentadas pesquisas feitas com pais, professores e profissionais no geral, que acompanham alunos que são o alvo da pesquisa em questão.

Constatou-se, ao final do estudo, que as particularidades de gênero, raça e classe social não foram consideradas, nem ao menos cogitadas, para inclusão no meio em que estavam inseridas.

O artigo foi escrito pelos autores Marcos Cezar de Freitas e Larissa Xavier dos Santos, ambos do projeto Educinep (Educação Inclusiva na Escola Pública), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A versão completa está disponível no através do link https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/7896 .

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Estudo revela a importância da tonometria gastrointestinal no monitoramento do transplante de fígado

Após um transplante de fígado, é crucial verificar se o novo órgão está funcionando corretamente. ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil