quarta-feira , 29 de maio de 2024
Home / Todas as Notícias / Acontece / Governo lança guia sobre uso de animais para ensino e pesquisa

Governo lança guia sobre uso de animais para ensino e pesquisa

Colegiado ligado ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), o Concea (Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal) lançou na 3ª feira (9.mai.2023) o Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais para Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica. A publicação (íntegra – 14 MB) é resultado de mais de 10 anos de trabalho dos conselheiros do Concea, em conjunto com uma série de especialistas de todo o Brasil.

O documento é um manual com a finalidade de nortear pesquisadores quanto ao uso de animais para ensino e pesquisa. Reúne temas como cuidados e manejo dos animais e suas instalações, quais os critérios obrigatórios e os recomendados para cada grupo taxonômico.

Os capítulos incluem espécies como aves, ruminantes, cães, gatos, roedores, peixes, primatas não humanos, equídeos, suínos, anfíbios e também animais silvestres de vida livre.

A chefe da assessoria do MCTI para o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, Denise Carvalho, representou a ministra Luciana Santos no evento. Afirmou que a publicação do Concea é baseada em protocolos internacionais e considera as necessidades das instituições, laboratórios e instalações animais.

“O trabalho do Concea exerce impacto direto sobre o ensino e a pesquisa relacionadas a áreas de interesse estratégico para o país, visando preservar o bem-estar animal e a qualidade das pesquisas desenvolvidas”, disse.

Para o presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Ricardo Galvão, a elaboração do guia demonstra o nível e a seriedade da ciência brasileira. Segundo ele, é preciso fazer uma ciência cada vez mais voltada às necessidades da sociedade brasileira.

“Que a ciência faça parte da formulação de políticas públicas. Não teremos um desenvolvimento socialmente justo e sustentável sem políticas públicas que sejam soberanas e baseadas no conhecimento científico e tecnológico”, declarou aos representantes da comunidade científica.

A coordenadora do Concea, Kátia De Angelis, disse que o guia é um marco, publicado no mesmo momento em que começam a vigorar resoluções normativas para instalações de instituições. “Esse guia vai ser um balizador em termos de legislação e ajudar as instituições a entenderem os critérios mínimos recomendados para instalações que mantêm animais usados em experimentação”, afirmou.

O lançamento do guia se deu na abertura do 5º Simpósio Concea e 3º Encontro Regional das Comissões de Ética no Uso de Animais, em Brasília. Com cerca de 300 participantes de todo o Brasil, o evento discutiu os avanços na legislação nacional relacionados à ética nas atividades de ensino e pesquisa científica envolvendo animais.

SOBRE O CONCEA

Presidido pela ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, o Concea é responsável pela formulação de normas relativas à utilização humanitária de animais com finalidade de ensino e pesquisa científica, bem como por monitorar e avaliar a introdução de métodos alternativos que visem substituir, reduzir ou refinar o uso de animais.

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Conheça o novo comitê do Programa ABEC Educação!

Coordenado pela secretária geral da ABEC Brasil, Lia Machado Fiuza Fialho, o novo comitê do ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil