terça-feira , 16 de agosto de 2022
Home / Blog / Revista traz artigo sobre a gestão no processo de revisão de textos

Revista traz artigo sobre a gestão no processo de revisão de textos

revisaoTalvez possa parecer, mas escrever não é tão fácil. Ainda mais se você quer ter a certeza que a pessoa com a qual se comunica interpretou corretamente aquilo que buscou dizer. Professores, escritores, jornalistas ou qualquer outro profissional que trabalha com a escrita diariamente, precisa ter uma atenção extra para que seu texto saia da forma mais clara possível, com o mínimo de erros. Afinal, uma boa escrita diz muito a respeito de quem escreve e pode transformar e ampliar o horizonte de quem lê.

Neste cenário, Maria Graça Lisboa Castro Pinto, doutora em Psicolinguística e Neurolinguística e graduada em Letras pela Universidade do Porto (Portugal), produziu o artigo “Da revisão na escrita: uma gestão exigente requerida pela relação entre leitor, autor e texto escrito”. Ele foi publicado na mais recente edição da Revista Observatório [julho-setembro/2017], periódico fruto da parceria entre a Universidade Federal do Tocantins (UFT – campus Palmas) e Universidade Estadual Paulista (Unesp – campus Tupã).

O trabalho evidencia o potencial recursivo da revisão com objetivo de aperfeiçoar a comunicação e que esta atividade precisa ser praticada de maneira insistente, através da escrita e leitura. Também aborda a importância de saber compreender o leitor, avaliar o conteúdo e como ele é transmitido, perspectivas linguísticas, estruturas de escrita, além do conceito de que a revisão não necessariamente precisa ser um estágio final do processo, mas, sim, que a mesma pode ser realizada ao longo da construção do texto, de maneira distanciada e crítica.

“A revisão tem como objetivo permitir que a comunicação se efetive com o sucesso almejado, independentemente do gênero textual usado e requer, para que tal se verifique, que muito se invista em educação para que a escrita composição se torne uma prática corrente. Possa esse texto alertar para o que representa de mais-valia a revisão da escrita ao exigir do autor/revisor que o faça ‘lendo como o leitor’”, conclui a autora.

O artigo completo pode ser baixado acessando o seguinte link: https://doi.org/10.20873/uft.2447-4266.2017v3n4p488

Igor Medeiros (4toques comunicação)

comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

RECIMA21

Direito brasileiro e estado-unidense: Diferenças e semelhanças nos contratos privados

Além da distância de mais de 6.000 km que separa as capitais de Brasil e ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil