quarta-feira , 20 de setembro de 2017
Home / Todas as Notícias / Acontece / Como promover o “erro zero” nas métricas dos periódicos científicos?

Como promover o “erro zero” nas métricas dos periódicos científicos?

Ricardo AzevedoConsiderado pelos editores científicos um dos maiores desafios enfrentados por eles no exercício de suas atividades, o monitoramento das citações de seus periódicos será um dos temas do ABEC Meeting 2017. O evento, que será realizado entre os dias 6 e 9 de novembro, em Curitiba – PR, acontecerá no Auditório Gregor Mendel, da Pontifica Universidade Católica do Paraná, e terá como tema: Promoting efforts toward internationalization of Brazilian journals.

Entre outros temas, faz parte da programação a oficina “Fator de Impacto: promovendo erro zero nas métricas de seu periódico”, coordenada pelo professor Ricardo Antunes Azevedo (foto), da Universidade de São Paulo (USP). “É fundamental que os editores conheçam e monitorem as métricas para seus periódicos e as citações têm impacto direto na visibilidade do periódico e seu fator de Impacto, que é uma das métricas mais conhecidas e comentadas, inclusive utilizada no Qualis – Capes”, destaca.

Azevedo argumenta que muitos editores não estão acostumados a explorar as ferramentas que as bases de literatura disponibilizam. Segundo o palestrante, muitos editores não sabem que citações erradas podem ser corrigidas. “Basicamente, os erros ocorrem devido a citações incorretas na lista de referência dos artigos e isso é difícil de controlar. No entanto, é possível que o editor e sua equipe editorial minimizem esses erros e quando eles ocorrem, corrigindo rapidamente nas bases de literatura”, acrescenta.

Importância da capacitação – Para o professor da USP, os últimos sete anos representaram uma revolução no meio editorial, pois pouco se tinha de informação, treinamento e discussão dos temas relacionados à editoração científica.  “Nesses últimos anos, a ABEC tem sido o fator diferencial na questão editorial científica, possibilitando e criando condições para que os editores sejam treinados e informados, o que os tornam profissionais melhores e com impacto muito positivo para seus periódicos. Um exemplo disso é que nada se falava de plágio, má-conduta, manipulação das métricas, e hoje os editores são “bombardeados” com estes e outros temas o que é muito bom”, avalia Azevedo.

“A ABEC, com seus eventos e ações, ajuda muito os editores, bibliotecários, e pessoas em geral envolvidas no processo de editoração científica. Ajuda também as próprias editoras brasileiras numa interação melhor e mais profissional com os periódicos. Mas é uma atividade contínua e intensa, pois a toda hora aparecem novidades a serem divulgadas e entendidas”, finaliza.

Ainda durante o ABEC Meeting serão realizadas as palestras: “Transição da publicação seriada para continua – todo cuidado é pouco”, ministrada pelo professor Benedito Barraviera (Unesp), tesoureiro e ex-presidente da ABEC e “Por que monitorar citações do seu periódico”.

Leandro Rocha (4toques comunicação)

comunicacao@abecbrasil.org.br

 

Sobre Leandro Rocha

Veja também

capes-72012-RGB

CAPES adota identificador digital para inscrição em programas internacionais

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) solicitará, dos candidatos a bolsas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil