terça-feira , 22 de maio de 2018
Home / Blog / Estudo aborda mecanismos, medicamentos e técnicas para lidar com a dor crônica persistente pós-operatória

Estudo aborda mecanismos, medicamentos e técnicas para lidar com a dor crônica persistente pós-operatória

arabian-gulf-80359_1920A dor aguda dos primeiros dias após uma cirurgia pode evoluir para dor crônica persistente e incapacitante no pós-operatório (DCPO), prejudicando a qualidade de vida dos pacientes afetados. A DCPO é um grave problema de saúde e ainda não existem dados consistentes a respeito de seus fatores de risco e prevenção.

Por isso, os autores Durval Campos Kraychete, Rioko Kimiko Sakata, Leticia de Oliveira Carvalho Lannes, Igor Dórea Bandeira e Eduardo Jun Sadatsune, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), elaboraram o artigo “Dor crônica persistente pós-operatória: o que sabemos sobre prevenção, fatores de risco e tratamento?”, publicado na Revista Brasileira de Anestesiologia, vol. 66, n. 5, de setembro/outubro de 2016, periódico associado da ABEC.

O trabalho descreve a definição, os fatores de risco e os mecanismos da DCPO, além de sua prevenção e tratamentos. Os autores ainda expõem, de maneira compreensiva, os principais medicamentos e técnicas para lidar com o problema.

Os pesquisadores concluem que a dor crônica persistente pós-operatória é complexa, com causas ainda não esclarecidas, que interferem intensamente na vida do paciente. A dor neuropática (que afeta o Sistema Nervoso Central) decorrente do trauma cirúrgico ainda é o motivo mais comum atribuído à DCPO.

Além disso, afirmam que técnicas que evitem a lesão de nervos estão recomendadas e devem ser usadas sempre que possível. E, apesar dos esforços para entender e selecionar os pacientes de risco, o manuseio e a prevenção da síndrome continuam desafiantes e inapropriados.

O artigo completo pode ser lido no link https://goo.gl/GSj97F, ou pelo DOI http://dx.doi.org/10.1016/j.bjane.2014.12.005.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

potatoes-2329648_1920

Estudo verifica a quantidade de elementos traço presentes em raízes vegetais do Mato Grosso do Sul

Componentes inorgânicos presentes nas raízes vegetais são muito importantes à saúde de quem os consome. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil