sexta-feira , 6 de dezembro de 2019
Home / Blog / Artigo analisa ciclos econômicos do extrativismo na Amazônia na visão de viajantes naturalistas

Artigo analisa ciclos econômicos do extrativismo na Amazônia na visão de viajantes naturalistas

river-3642456_1920O extrativismo vegetal é uma das atividades mais antigas da humanidade. E esta possui grandes impactos na natureza e nas pessoas. Por conta de sua riqueza natural, a Amazônia, por exemplo, é um local muito visado para tal fim. E determinados ciclos econômicos desta operação geram transformações socioeconômicas na região.

Assim, o autor Carlos Valério Aguiar Gomes elaborou o artigo “Ciclos econômicos do extrativismo na Amazônia na visão dos viajantes naturalistas”, publicado no Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 13, n. 1, periódico associado da ABEC.

O artigo discute alguns ciclos econômicos do extrativismo na Amazônia a partir das observações de naturalistas viajantes ao longo dos séculos. Eles fizeram importantes relatos, que mostraram as mudanças. A análise leva em consideração as drogas do sertão, a coleta do cacau, a exploração de tartarugas e a extração de látex, nos períodos de expansão e de declínio da economia extrativista da região.

O recorte agrupou relatos que criaram uma percepção temporal dos principais recursos explorados, segundo a visão dos viajantes naturalistas. Eles mostram que estas narrativas podem provocar uma reflexão dos interessados na história econômica e natural da região sobre a necessidade de uma maior valorização dos conhecimentos produzidos pelos naturalistas, que desbravaram os meandros do vale amazônico ao longo dos séculos.

O artigo pode ser acessado, na íntegra, em https://bit.ly/2I9rOQ6 ou pelo DOI http://dx.doi.org/10.1590/1981.81222018000100007.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

industrial pigs hatchery to consume its meat

A resistência de bactérias do trato digestivo de suínos

O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína do mundo. Em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil