terça-feira , 16 de agosto de 2022
Home / Blog / Avanços e desafios da Integração Ensino-Saúde-Comunidade

Avanços e desafios da Integração Ensino-Saúde-Comunidade

Foto: Freepik
Foto: Freepik

A área médica, de maneira geral, passou por grandes mudanças ao longo dos tempos. Além das questões trazidas com o avanço da tecnologia e, consequentemente, dos fármacos, as demandas sociais e sanitárias foram alteradas. E neste âmbito, também devem ser consideradas as particularidades locais da realidade onde o contexto está inserido.

Com isso em mente, os autores Carlos Dornels Freire de Souza, Divanise Suruagy Correia, Maria Deysiane Porto Araújo, Roberta Albuquerque Wanderley e Michael Ferreira Machado, todos da Universidade Federal de Alagoas, elaboraram o artigo “E o Passado é uma Roupa que Não nos Serve Mais: uma Reflexão sobre Integração Ensino-Saúde-Comunidade em Curso Médico do Nordeste”, publicado na Revista Brasileira de Educação Médica, v. 43, n. 1, suplemento editorial 1, de janeiro de 2020, periódico associado da ABEC Brasil.

O estudo busca apresentar os principais avanços e desafios envolvidos no processo de formação e no trabalho do eixo de Integração Ensino-Saúde-Comunidade (Iesc). Mencionam a missão do Iesc, bem como as medidas tomadas para cumpri-la, como a reestruturação do currículo médico, feita para garantir uma formação melhor e mais completa.

A conclusão mostra a importância do aprendizado teórico aliado à parte prática, num movimento que envolve os estudantes com a realidade da área da saúde. Ressalta também o trabalho do Iesc, de reuniões mensais para discussão e elaboração de estratégias eficazes, e cita as principais dificuldades, como consolidar a inserção na rede local e qualificar os docentes.

O texto completo pode ser lido em https://bit.ly/2UQP4Zg ou pelo DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v43suplemento1-editorial.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

RECIMA21

Direito brasileiro e estado-unidense: Diferenças e semelhanças nos contratos privados

Além da distância de mais de 6.000 km que separa as capitais de Brasil e ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil