domingo , 24 de outubro de 2021
Home / Todas as Notícias / Acontece / Segundo dia de ABEC Meeting Live 2021 contou com 8 apresentações

Segundo dia de ABEC Meeting Live 2021 contou com 8 apresentações

Abrindo o segundo dia do ABEC Meeting Live 2021, em uma parceria da ABEC Brasil e Elsevier, Thais Vick (Consultora de Research Intelligence da Elsevier para a América Latina Sul), apresentou o webinar “Atualização dos critérios para indexação de periódicos na Scopus”. Além de dar uma breve introdução sobre a Scopus, Thais apresentou um passo a passo de ferramentas para apoiar esse processo de indexação de periódicos e exemplos de decisões do comitê. 

thais 4

“Scopus é a maior base de literatura científicas, de resumos e pares revisadas… Anualmente são sugeridos 3.500 novos títulos, mas apenas 33% desses títulos atendem aos critérios mínimos”, disse a palestrante. Durante o webinar, ainda apresentou 5 critérios de seleção de periódicos e entre eles citou: “Se estamos falando de uma base de dados de resumos e citações, precisamos ter claro o resumo desse trabalho e muitos outros critérios”.

Comunicação Oral – Às 14h teve início a Sessão de Comunicação Oral, com mediação de Lia Fialho (UECE, ABEC), quando foram apresentadas 10 pesquisas científicas sobre diferentes temas, entre eles:“Adesão das revistas brasileiras de saúde e as práticas de ciência aberta pelos critérios Scielo Brasil”, “Dê voz ao seu artigo: relato de estratégia de ampliação de visibilidade para periódicos científicos”, “Desafio e estratégias na gestão do processo editorial e divulgação do periódico científico e-Scientia”, e, entre outros. “Para mim é uma grande alegria estar ao longo desses últimos anos coordenando o ABEC Meeting e gostaria de parabenizar os 10 trabalhos que foram apresentados. Gostaria de agradecer também à comissão que trabalhou arduamente na escolha desses trabalhos”, disse Lia. 

Lia Fialho

 

 

 

 

 

Painel: Direitos do autor

O primeiro painel do dia, “Direitos do autor”, começou as apresentações com Liz Beatriz Sass (UFSC), com o tema “Desafios éticos e de direitos autorais dos editores de periódicos científicos”. Liz começou sua apresentação dizendo: “Meu desafio nesta tarde é falar um pouco sobre algumas noções gerais dos direitos autorais que acabam importando em alguns desafios para a produção científica”. Desta forma, ela abordou durante sua apresentação noções gerais sobre essa temática, apresentou Leis brasileiras e explanou sobre quem é o autor, os seus direitos e como proteger uma obra autoral.

painel 3 - Liz

 

 

 

 

 

A segunda apresentação do painel ficou por conta de Rosilene Marinho (UFOB), com o tema “Ciência aberta e Creative Commons”. Logo que entrou, Rosilene já disse: “Gostaria de agradecer o convite em estar aqui para falar um pouco sobre o Creative Commons no âmbito da ciência aberta e de uma visão jurídica, que de certa forma iremos abordar dentro dessa perspectiva enquanto licenças que são instrumentos que podem ser utilizadas como forma de tratação do autor. O ponto mais importante vai se dar em torno justamente de alguns aspectos importantes que estão relacionados a nossa legislação, nossa proteção autoral”. 

painel 3 - 2

 

 

 

 

 

Para fechar o painel, Emanuelle Torino (Unesp, UFTPR), falou sobre “Dados de pesquisa: disponibilização e publicação”. Entre os temas abordados durante sua apresentação podemos citar ciência aberta, dados de pesquisa, artigos, disponibilização, publicação científica e outros. Mas, evidenciou durante a palestra: “Nesta apresentação incluo um pouco sobre a questão de direitos autorais e dados de pesquisa, então, para isso, vou trazer conceitos de autores para que possamos discutir”.

emanuelle 2

 

 

 

 

 

Painel: Ética e integridade em ciência aberta

Para iniciar o segundo painel, Luciana Christiane de Mello (Springer Nature, São Paulo) falou sobre o tema “Retratação e Tabu”. Luciana, logo no início da apresentação já deixou claro: “Tabu não está só ligado a retratação, mas retratação não acontece do nada, é resultado de um processo que começa com uma suspeita, uma denúncia, e que tem que ser investigada, e aí sim se chega em um desfecho que pode ser a retratação ou pode ter outros desfechos, como correções”. 

luciana 2

 

 

 

 

 

Juan Pablo Alperin (PKP) foi quem conduziu a segunda apresentação do painel, falando sobre uma proposta para comunicar a integridade e autenticidade do jornal. “Primeiro, queria agradecer o convite da ABEC e compartilhar uma proposta do PKP para algo que estamos desenvolvendo, norteando todos nossos pensamentos, realmente em como abordar o problema das revistas predatórias”, disse Juan. Então, duas perguntas cercaram o objetivo da sua apresentação: deveríamos limitar o número de publicações? Será que poderíamos evitar periódicos de má qualidade que prejudicam o conhecimento? Juan conduziu sua apresentação abordando esses temas.

Juan 2

 

 

 

 

 

Na última apresentação do dia, Ivan Oransky (Retraction Watch), tratou sobre o tema: “O câncer à Covid-19, a ciência se autocorrige?”. Ivan começou agradecendo pelo convite e pela oportunidade de participar. Sobre seu tema, Ivan falou: “Durante a apresentação quero falar um pouco mais sobre meu ponto de vista. Ainda estamos tentando entender a ciência, principalmente hoje em dia com a pandemia”. O título de sua palestra foi um incentivo para que os palestrantes pudessem pensar em uma possível resposta. Até a quarta-feira, 23/9, 159 trabalhos sobre Covid-19 sofreram retratações e então, foi através desses aspectos que Ivan conduziu sua apresentação.

Ivan

Sobre Leandro Rocha

Veja também

1

América Latina ganha sua Associação Latino Americana de Editores Científicos (ALAEC)

No dia 15 de setembro, foi lançada a Asociación Latinoamericana de Editores Científicos (ALAEC). A ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil