terça-feira , 29 de novembro de 2022
Home / Todas as Notícias / Acontece / Terceiro dia de ABEC Meeting Live falou sobre Métricas e Desafios na indexação

Terceiro dia de ABEC Meeting Live falou sobre Métricas e Desafios na indexação

“Métricas: para onde vamos?”. Esse foi o tema central do Painel 5 apresentado no terceiro dia de ABEC Meeting Live. As palestras tiveram início com João de Melo Maricato, UnB, que falou sobre “Métricas alternativas ou fator de impacto?”. João falou sobre as métricas, revistas sem fins lucrativos, os significados de indicadores e qual é o futuro desse cenário. “Para onde vamos? Para novas bases de dados robustas, com maior cobertura de citação. Para os preprints, podemos ver que existe uma crescente de preprints”, disse.

Logo em seguida, foi a vez de Ricardo Azevedo, USP, apresentar sobre “Como as métricas influenciam nas revistas brasileiras”. Ricardo falou sobre a cultura dos índices em processos de análise e avaliação, apresentou um panorama do Brasil no JCR, mostrou tabelas sobre o fator de impacto e muito mais. Em uma de suas falas, Ricardo pontuou: “Periódicos open acess são periódicos que estão disponíveis on-line e sem restrição de acesso, ou seja, estão disponíveis sem custo ao leitor. As pessoas querem ver, querem saber o impacto, então esse é um referencial que é utilizado”.

Para finalizar o Painel 5, André Brasil, Leiden University, falou sobre “O impacto do sistema brasileiro de avaliação nos periódicos científicos”. André começou apresentando algumas lições históricas, disse que quando uma métrica se torna um alvo, ela deixa de ser uma boa métrica e que a avaliação no Brasil foi criada, em parte, para lidar com financiamento.

Logo após, os palestrantes puderam tirar as dúvidas dos participantes. Em seguida, deu-se início ao Painel 6, com a temática “Desafios na indexação das revistas latino-americanas em bases de dados internacionais”. As apresentações deste painel começaram com Thais Vick, Elsevier, com o tema “Critérios de indexação e como definir sua área temática em Scopus”. “Temos três pilares de discussão hoje: as três principais dificuldades dos editores é relativa a periodicidade da publicação atualmente, a diversidade geográfica e Benchmarking”. Além disso, Thais falou sobre a cobertura de conteúdos Scopus, a rigorosidade dos padrões e cinco principais critérios de seleção de periódicos.

Déborah Dias, Clarivate, apresentou o tema “Como uma revista é indexada na Web of Science, se mantém na base e tem seu fator de impacto”. Déborah começou falando sobre Web of Science, apresentou a avaliação de periódicos e critérios de seleção. “Nosso processo de seleção é levado a partir de editores especializados, cada editor em sua área do conhecimento e não possuem afiliação a editoras ou instituições”, disse.

A última apresentação do Painel 6 foi realizada por Denise Peres, SciELO, que falou sobre “Preservação digital como componente de indexação”. A palestrante tratou sobre a preservação de conteúdo SciELO Brasil, sobre o programa e o conteúdo e preservação digital realizada pela SciELO. “SciELO é um programa de infraestrutura de comunicação de pesquisa em ciência aberta. Realiza o aperfeiçoamento de periódicos, com a profissionalização, internacionalização e sustentabilidade”, explicou.

Com o fim das apresentações, deu-se início à Sessão de Comunicação Oral.

Sobre Leandro Rocha

Veja também

d41586-022-03201-w (1)_pages-to-jpg-0001

Taxas de processamento de artigos enfraquecem o acesso aberto

Quando a Biblioteca Pública de Ciências, uma organização sem fins lucrativos com sede em São ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil