segunda-feira , 24 de setembro de 2018
Home / Blog / Estudo aponta que percepção de jovens autistas em relação ao próprio corpo pode ajudar em inserção social

Estudo aponta que percepção de jovens autistas em relação ao próprio corpo pode ajudar em inserção social

dyslexia-3014152_1920Na psicanálise, o autismo não é considerado uma patologia, mas uma forma de estar no mundo. E lidar com autistas não é uma tarefa simples. Eles possuem um jeito único de viver e de se relacionar, tanto com os outros como com si mesmo. Portanto, entender como se dá essa percepção do ‘eu’ em crianças e adolescentes com autismo é necessário para aprimorar e indicar a melhor terapia.

Baseado nisso, as autoras Anne Cristine Fernandes Nunes, do Centro Universitário IBMR, e Vanessa Assis Valente, diretora do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil Pequeno Hans, do Rio de Janeiro, elaboraram o estudo “Reflexões acerca da percepção do corpo em crianças e adolescentes autistas: qual a relação com a formação do Eu e uma melhor aplicação do PTS?”, publicado na Academus Revista Científica da Saúde, v. 2, nº 1, jan./abr. 2017, periódico associado da ABEC.

A pesquisa verificou o trabalho do PTS (Projeto Terapêutico Singular), que visa atender crianças e adolescentes psicóticos e autistas, como forma de inserção social do público atendido. Para isso, foram realizadas consultas e reflexões das principais referências da constituição psíquica e da percepção corporal pessoal no autismo, baseando-se em autores como Sigmund Freud e outros psicanalistas, da escola francesa e inglesa.

A conclusão é de que o trabalho do serviço público infanto-juvenil de saúde mental é primordial para que o autista consiga desenvolver uma percepção do seu corpo, que forneça uma sensação de unidade e não de fragmentos, como é característico de quem possui essa condição. Ou seja, onde o atendido possa ter sua subjetividade valorizada, possibilitando sua inserção no meio social.

Por fim, a publicação ainda sinaliza que muitas pesquisas sobre o tema são necessárias, para desvendar muitos mistérios que o autismo apresenta.

O artigo pode ser lido, na íntegra, no link https://goo.gl/WCxFoF.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Senior woman with her walking stick

Artigo científico mostra estudo de revisão da sarcopenia (perda de massa muscular) em idosos

A sarcopenia é a perda da massa muscular esquelética, associada à redução da força muscular ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil