sábado , 15 de maio de 2021
Home / Blog / O tempo presente e a historiografia no Brasil

O tempo presente e a historiografia no Brasil

A história brasileira é recente. Ou pelo menos o que se tem de conhecimento sobre ela. As dificuldades de buscar relatos ou documentos que possam afirmar os fatos anteriores à chegada de europeus devem ser levadas em consideração. Mais do que isso, um longo período de ditadura militar influenciou diretamente na percepção histórica brasileira. E os reflexos são vistos até hoje.

crop-hand-picking-book-from-shelf

Posto isso, a autora Marieta de Moraes Ferreira, docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro, produziu o estudo “Notas iniciais sobre a história do tempo presente e a historiografia no Brasil”, publicado na revista Tempo & Argumento, v. 10, n. 23, de 2018, periódico associado da ABEC. 

O trabalho busca levantar pontos iniciais do princípio e legitimação da história do Brasil, procurando uma ligação com variados contextos historiográficos, tanto os facilitadores quanto os que dificultaram o seu desenvolvimento. A ideia é mostrar que a história oral foi fundamental para incentivar e acertar a afirmação do tempo presente brasileiro, diferente de outros países.

A professora aborda uma primeira fase, de um conceito que promove pensamentos sobre estatuto, marcos cronológicos e relação com as demandas sociais. Em seguida, aponta a relação da criação da Comissão da Verdade e da Lei de Acesso à Informação como órgãos responsáveis por resultar num novo processo para as pesquisas da história do tempo presente.

O artigo completo pode ser acessado em https://bit.ly/2YoLMOi ou pelo DOI: https://doi.org/10.5965/2175180310232018080.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)

comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

leis trabalhistas

Leis trabalhistas e a redução dos direitos no Brasil

Sancionados pelo Decreto-Lei nº 5452 de maio de 1943, os direitos dos trabalhadores são regulamentados ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil