domingo , 29 de janeiro de 2023
Home / Todas as Notícias / Acontece / Webinar SciELO sobre preprints levanta reflexão sobre ciência aberta no Brasil

Webinar SciELO sobre preprints levanta reflexão sobre ciência aberta no Brasil

Na última quarta-feira (07), das 16h às 18h, foi realizado o webinar SciELO Preprints: estado atual, desafios e perspectivas, segundo evento do ano organizado pela ABEC Brasil. A iniciativa é voltada a todos que atuam na editoria científica

Para iniciar o evento, o palestrante Alex Mendonça, que é Programador Visual e Coordenador de Submissão On-line e Preprints do SciELO, lançou uma enquete com a pergunta “A política editorial do seu periódico inclui um posicionamento em relação à submissão de manuscritos disponibilizados previamente em um servidor de preprints?” A resposta com maior número de votos foi “Não, mas temos interesse e ainda não sabemos quando isso será feito”.

“Hoje faz exatamente um ano que nós lançamos o SciELO Preprints, então, é uma data muito especial pra gente. Este servidor foi o primeiro do Brasil a fornecer essa infraestrutura para pesquisa brasileira, para ter uma opção de depósito de manuscritos em formato preprint”, comentou Alex.

O palestrante traçou um panorama sobre o que são preprints, como sua adoção causa impacto nos periódicos, a abordagem do SciELO com os preprints, estatísticas da instituição sobre o tema, como os preprints estão sendo usados na pandemia da Covid-19 e quais oportunidades e desafios surgiram ao trabalhar com preprints. Segundo Alex, os preprints estão ganhando uma atenção maior ultimamente, o que se deve tanto à pandemia quanto críticas ao sistema de avaliação por pares e o crescimento da ciência aberta no Brasil.

“Os preprints não vem para combater a avaliação por pares. Ela é muito importante e tem seu valor apesar das falhas e críticas que possui. Além disso, os preprints se beneficiam do movimento da ciência aberta, que vem ganhando atenção maior nos últimos tempos, alguns dizem ser a forma correta de fazer ciência”.

Ao longo do evento, também foi abordada a forma como o SciELO desenvolveu uma evolução conceitual no decorrer dos anos. Começando em 1997 com a Coleção Núcleo até 2013, chegando ao Online Digital Modus e, finalmente, à Ciência Aberta, em 2018. “É uma evolução natural do programa SciELO, que tem, dentre seus muitos objetivos, melhorar os periódicos e a ciência brasileira. A gente observa que existe um movimento de ciência aberta crescente na comunicação científica, então, faz sentido que os periódicos indexados no SciELO sejam aderidos a esse modo de fazer ciência”.

De acordo com a Alex, o SciELO vê os preprints como aliados, sem receio de que estes substituam os periódicos, mas, sim, se complementem. Além disso, tem como grande desafio as assimetrias entre disciplinas, o que faz com que algo que funcione para uma, não seja eficiente para outra. Diante disso, levantou o questionamento sobre como a ciência aberta funciona para a disciplina dos espectadores. “Não existe solução mágica para todos. É importante pensar em como você pode usar o preprint para a sua área”, explicou.

Ao final, o palestrante respondeu perguntas enviadas pelo público, como a importância dos preprints para o público leigo e como a importação de um padrão mercantil de publicação pode favorecer as revistas brasileiras que operam sem a estrutura logística e financeira dos grandes conglomerados editoriais, entre outras.

Para conferir a palestra completa, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=_YOH8At0Bg8

Confira abaixo os próximos eventos da ABEC Brasil.

webinar scielo

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Health care researchers working in life science laboratory, medical science technology research work for test a vaccine, coronavirus covid-19 vaccine protection cure treatment

O que é ciência aberta e quais os entraves para ela?

A publicação de pesquisas em revistas e periódicos acadêmicos é um dos pilares da ciência ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil