quarta-feira , 22 de setembro de 2021
Home / Blog / Meliponário didático: conscientização ambiental na infância

Meliponário didático: conscientização ambiental na infância

Ao analisar a educação ambiental como forma de transformação e prioridade entre as ações rumo ao desenvolvimento sustentável, o projeto de extensão universitária “Meliponário didático: uma estratégia para a conservação das abelhas sem ferrão no semiárido piauiense” tem como objetivos conscientização de crianças e jovens, estudantes da educação básica do município de Picos e região, a respeito da importância de conservar este animal para manter o equilíbrio do ecossistema. 

A partir disso foi desenvolvido o artigo que leva o nome do projeto, com o intuito de abordar as ações e impactos desse projeto de extensão desenvolvido na Universidade Federal do Piauí, em Picos. 

Para a realização do artigo foram seguidas as seguintes etapas: descrição do projeto a partir do espaço de aprendizagem, desde a formação dos acadêmicos e monitores até a realização das visitas. A extensão se inicia com uma aula dos acadêmicos sobre abelhas e em seguida visitam o Meliponário para observar na prática as abelhas.  

De abril de 2018 a novembro de 2019 foram recebidos 560 visitantes da rede pública de ensino de Picos, de IES e de outros municípios. As ações educativas promovidas no Meliponário Didático da UFPI demonstram ser estratégias eficazes e necessárias para a constituição de uma relação sustentável com as abelhas.

Para saber mais sobre o projeto de extensão da Universidade Federal do Piauí e conferir o artigo completo, acesse o DOI: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RBEU/article/view/11554#:~:text=Considerando%20a%20educa%C3%A7%C3%A3o%20ambiental%20como,sensibiliza%C3%A7%C3%A3o%20de%20crian%C3%A7as%20e%20jovens%2C

Sobre Leandro Rocha

Veja também

A road in the middle of a sugar cane field on a sunny day with a mountain in the back

Dados de produtividade no âmbito do mapeamento da produção de cana-de-açúcar

O mapeamento das plantações de cana-de-açúcar ainda não tem sua produtividade divulgada em escala tão ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil