segunda-feira , 25 de março de 2019
Home / Blog / Artigo reflete sobre o Constitucionalismo e o aumento do poder do Supremo Tribunal Federal na política brasileira

Artigo reflete sobre o Constitucionalismo e o aumento do poder do Supremo Tribunal Federal na política brasileira

Stf_01Atualmente, o Supremo Tribunal Federal é a mais alta hierarquia do Poder Judiciário no Brasil. Ele acumula competências de Suprema Corte, como tribunal de última instância, e Tribunal Constitucional, que julga questões de constitucionalidade independentemente de litígios concretos. Com a função de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, o STF ganhou força em decisões relevantes para a sociedade, principalmente no cenário político dos últimos anos.

Neste contexto, os autores Jhonattan Guimarães Reis, Viviane Bastos Machado e Marlene Freire Germano elaboraram o artigo “Constitucionalismo e a atuação do Supremo Tribunal Federal na política brasileira”, publicado na Revista Conexão Acadêmica, v. 8, de julho de 2017, periódico associado da ABEC.

O trabalho reflete sobre a relação da evolução do fenômeno do Constitucionalismo e o fortalecimento do Poder Judicial. Para isso, apresenta um breve histórico do tema, desde o esboço da primeira Constituição até o documento atual. Além disso, aborda o conceito do ativismo judicial e da judicialização da política, apontando pontos negativos e positivos.

Para a reflexão, os autores analisaram duas decisões proferidas pelo STF, nas quais atuou de forma mais abrangente. A primeira trata da denúncia da compra de apoio político no Congresso Nacional e a segunda, dispõe sobre crimes de responsabilidade, com base no processo de impeachment. Além disso, analisaram obras, artigos científicos e julgados de estudiosos da área.

A conclusão é de que o Constitucionalismo é necessário para o controle do Estado e a garantia das liberdades individuais dos cidadãos frente ao poder estatal. Observam, no entanto, que não se deve dar muito poder a uma só instituição, para não correr o risco de ferir a democracia. Por fim, verificam a necessidade da colaboração entre os Três Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário), desde que respeitados os limites de atuação.

O artigo completo pode ser lido em https://goo.gl/Fw97dv.

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Foto: Luciana Carneiro/Prefeitura de Niterói

Estudo analisa processo de desnaturalização de rio localizado em Niterói, no Rio de Janeiro

Os rios tiveram papel importante no desenvolvimento de grandes centros urbanos. Seja na utilização para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil