terça-feira , 16 de agosto de 2022
Home / Blog / Brucelose e Tuberculose bovinas e seu controle epidemiológico na América do Sul

Brucelose e Tuberculose bovinas e seu controle epidemiológico na América do Sul

Foto: Freepik
Foto: Freepik

Algumas doenças de animais podem acometer humanos e um dos principais mecanismos de transmissão é pela alimentação. Ou seja, a ingestão de carne, leite, ovos, pescado e derivados provenientes de animais infectados pode transmitir agentes etiológicos de doenças para os seres humanos. Para doenças como a tuberculose e a brucelose bovinas já são disponíveis recursos que podem propiciar a obtenção do seu controle e de erradicação, porém boa parte do mundo ainda desconhece os cenários epidemiológicos destas doenças. 

Por isso, José Soares Ferreira Neto, da Universidade de São Paulo (USP), elaborou o artigo “Brucellosis and tuberculosis in cattle in South America” (“Brucelose e tuberculose bovinas na América do Sul”, na tradução), publicado no Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, v. 55, n. 2, de 2018, periódico associado da ABEC Brasil.

O trabalho apresenta dados de quantificação da brucelose e tuberculose bovinas nos países da América do Sul e as características que tornaram o continente responsável por 25% dos bovinos do mundo, com importante posicionamento no mercado mundial de carnes. Em seguida, dividiram tais nações em três grupos, considerando o tamanho da população de bovinos e a qualidade sanitária dos mesmos, quantificando as situações epidemiológicas das enfermidades.

Foi constatado que os países sem dados quantitativos de qualidade do cenário de epidemiologia da brucelose e tuberculose são os que apresentam maiores   limitações na busca por estratégias para o seu combate e na realização de gestão de processos. Portanto, o autor conclui que os territórios devem passar a  utilizar metodologias que possibilitem o mapeamento e o tratamento dos focos das duas zoonoses nos rebanhos de bovídeos. . 

O artigo completo pode ser acessado em https://bit.ly/3fnaSUq ou pelo DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2018.141139

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

RECIMA21

Direito brasileiro e estado-unidense: Diferenças e semelhanças nos contratos privados

Além da distância de mais de 6.000 km que separa as capitais de Brasil e ...

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil