segunda-feira , 24 de setembro de 2018
Home / Blog / O uso do atrevimento em história de Saramago como estratégia para inquietar leitores

O uso do atrevimento em história de Saramago como estratégia para inquietar leitores

A-maior-flor-do-mundoSair da zona de conforto e se aventurar por locais desconhecidos e abraçar novas aventuras requer coragem. Para muitos, não é nada fácil. No entanto, o atrevimento e a ousadia, muito presentes durante a juventude, podem facilitar esse processo de desbravamento do mundo. E a figura de uma criança audaciosa que pretende sair da acomodação está presente no conto infantil “A maior flor do mundo”, de José Saramago.

Abordando o atrevimento, enfoque do livro do renomado autor, a pós-doutora Eloísa Porto Corrêa, da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), elaborou o artigo “O atrevimento e o insólito em A maior flor do mundo de Saramago”, publicado no Caderno Seminal Digital, ano 21, nº 23, v. 1 (jan–jun/2015), periódico associado da ABEC.

Nele, a autora aborda como José Saramago utiliza, não apenas nesta obra, do insólito como elemento desestabilizador, para tirar personagens da mesmice. Na história, o menino, em uma de suas andanças, se depara com uma flor murcha, a qual resolve cuidar. Por fim, ela se torna a maior flor do mundo, e o garoto é visto como um herói para a população de sua cidade.

A conclusão do estudo é de que o autor usa a ousadia do menino para incentivar o leitor e outros personagens a ousarem também, para recriar novas histórias e não se conformar com o senso comum ou com verdades absolutas.

O artigo pode ser lido, na íntegra, no link https://goo.gl/ntt2Af ou pelo DOI http://dx.doi.org/10.12957/cadsem.2015.8178

Tadeu Nunes (4toques comunicação)
comunicacao@abecbrasil.org.br

Sobre Leandro Rocha

Veja também

Senior woman with her walking stick

Artigo científico mostra estudo de revisão da sarcopenia (perda de massa muscular) em idosos

A sarcopenia é a perda da massa muscular esquelética, associada à redução da força muscular ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

//analytics natashaprimati@gmail //analytics natasha@abecbrasil